Arquivo da tag: autoridade

Liberdade e Autoridade

Anúncios

Autoridade e organização

Para aquele que busca o autoconhecimento, a verdadeira emancipação de si mesmo, todo tipo de autoridade externa deve ser examinada, dissecada e neutralizada pela organização interna do sujeito, de forma que tanto a obediência dependente (passividade) como a insubordinação agressiva (reatividade) sejam ambas transcendidas. Quando isso é realmente realizado, quando a subserviência ou a rebeldia são plenamente substituídas pela organização consciente, então a autoridade externa perde seu valor e sua influência.

De outro ângulo, podemos dizer que o nível de entropia (desordem) interna do sujeito é sua medida direta da susceptibilidade de sofrer influencia externa de uma autoridade coatora qualquer.

Quando há uma organização interna coerente, alinhada e constantemente atualizada, então não há espaço ali para a desordem, para a confusão, e por isso não há também a oportunidade da coação e do controle de uma autoridade externa. De fato, a autoridade é uma forma de controle oportunista que aparece quando a desordem se instala, ou seja, quando nós transferimos a tarefa da nossa própria organização para uma pessoa, instituição, credo ou qualquer outra instância que represente tal poder.

Hoje em dia temos vários tipos de autoridade, mas eu estou falando principalmente daquelas que nos afetam no nível da subjetividade, que controlam nosso comportamento a partir da nossa desorganização interior. Neste conjunto há, dentre outras, a autoridade religiosa, a autoridade da ciência, a autoridade do dinheiro, a autoridade do conhecimento psicológico.

Se eu me desorganizo em minha espiritualidade, então se abre a porta para a autoridade religiosa externa dizer “faça isso” ou “não faça isso”, “tenha fé nisso” e “não naquilo”. Se eu me confundo e crio desorganização mental, então a autoridade científica pode exercer sua influência sobre mim em suas mais variadas formas de controle do conhecimento, dizendo o que devo comer, em que devo acreditar ou que, finalmente, devo comprar suas soluções tecnológicas para encontrar meu equilíbrio. Se estou confuso emocionalmente, alguma autoridade psicológica aparece na oportunidade do controle que se abre em minha vulnerabilidade.

Todo ato autoritário é um ato violento que se baseia na ignorância. A violência da autoridade psicológica se dá na coação, na negação do que existe de autêntico no ser em nome do controle. E quando há a autoridade da violência, há repressão, há medo e há sofrimento.

Mas a organização interior que mantém o nível de entropia baixo elimina tanto a passividade inerte quanto a reatividade agressiva, tanto a dependência da obediência quanto a rebeldia gratuita, ou seja, a organização neutraliza a ignorância e a violência.

Toda organização interior é pacificadora e traz compreensão. Essa organização acontece a partir do momento em que se começa a investigar, a ver e constatar com clareza e honestidade como funciona toda a subjetividade inerente à nossa vida, e como fazemos uso dela em nossas relações. Essa organização consciente é indelegável e intransferível; se não a realizarmos, estaremos permitindo que uma autoridade externa qualquer cuide dela em nosso lugar.

Gustavo Mokusen.