Resultados do Treinamento em Atenção Plena são publicados em relatório acadêmico

Em um estudo acadêmico realizado pela primeira vez no âmbito do Judiciário sobre redução do sofrimento mental de servidores a partir do treinamento em Atenção Plena Mindfulness, foram publicados resultados inéditos nessa segunda-feira, 12/03/2018, surpreendentes até mesmo para a equipe que conduziu o treinamento de 12 semanas no ano de 2017.

Por meio de parceria formalizada entre o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e o Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais, foi instituído o Projeto Piloto – denominado Projeto SATI, um programa de terapia cognitiva e redução de estresse baseada em atenção plena (mindfulness) com objetivo de avaliar benefício potencial para a saúde mental de servidores públicos de órgãos judiciários. 50 servidores foram submetidos ao treinamento de 12 semanas, com medição pré e pós intervenção de níveis de sofrimento mental, de concentração e de bem estar geral.

Nós esperávamos um resultado positivo, no que diz respeito à redução do sofrimento mental em servidores após o treinamento de atenção plena, mas os números encontrados revelam que o impacto do treinamento foi muito maior do que imaginamos”, disse Gustavo Mokusen, idealizador e criador do Método Sati de treinamento em atenção plena.

As doenças mentais são reconhecidamente um grande problema de saúde no mundo. No Brasil, dados recentes da OMS mostram que 5,8% da população (11,5 milhões de pessoas) sofrem com depressão – maior prevalência na América Latina – e 9,3% com ansiedade – um recorde mundial. Este fenômeno tem importante impacto no ambiente de trabalho, sendo provavelmente o principal problema de saúde e a causa principal de absenteísmo em órgãos públicos no Brasil. Dados do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), por exemplo, mostram que 14,8% dos servidores submetidos a exame médico periódico em 2015 mostraram-se em risco elevado para algum tipo de sofrimento mental. Além disso, as licenças médicas psiquiátricas nesse mesmo órgão foram a principal causa de afastamento, responsáveis por 21% dos dias perdidos por absenteísmo em 2015 e 2016. O reconhecimento da importância da preservação da saúde de servidores e magistrados no âmbito do poder judiciário no Brasil culminou na Resolução Nº 207 de 15/10/2015 do Conselho Nacional de Justiça, que instituiu a Política de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do Poder Judiciário.

O treinamento em atenção plena aborda os pensamentos disfuncionais, ruminantes, depressogênicos, intervindo na cascata de eventos mentais e recondicionando o indivíduo para a observação de si e organização das ocorrências mentais diversas, levando ao entendimento dos pensamentos como eventos mentais momentâneos, ao invés de fatos ou verdades, e diminuindo assim a ruminação, ansiedade e preocupação.

Para mensuração dos resultados, foi aplicado o questionário SRQ-20 (self-reporting questionnaire), um instrumento de rastreamento psiquiátrico criado pela Organização Mundial de Saúde e validado para a detecção de sofrimento mental em um sentido amplo. O resumo dos resultados é o seguinte: 75% dos participantes tiveram redução nos níveis de sofrimento mental, com diminuição global de 67,6% na pontuação do questionário utilizado (SRQ-20). 78,94% dos servidores tiveram melhora em níveis de concentração ou bem estar geral. 97,37% foram favoráveis à implementação da prática no ambiente de trabalho. Os resultados sugerem que a técnica de treinamento em atenção plena é extremamente promissora no ambiente de órgãos públicos do Poder Judiciário e justificam a ampliação do projeto, assim como a realização de novos estudos mais aprofundados.

Em breve será disponibilizado um vídeo de divulgação do treinamento em atenção plena, ocorrido na parceria entre o TRE-MG e o TJMMG.

Os dados do relatório foram colhidos e analisados pela equipe da Coordenadoria de Atenção à Saúde do TRE-MG. Para ler o relatório com os resultados completos clique AQUI

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s