Todo mundo é bom em alguma coisa

Geralmente é necessário prestar muita atenção para descobrir, mas você pode estar certo de que existe pelo menos uma coisa a qual você faz com maestria. Todo mundo é bom em pelo menos uma coisa nessa vida. Todos nós temos dons naturais.

Não menospreze seu dom. Pode ser falar. Pode ser que você seja um músico talentoso. Ou até mesmo lidar com animais. Mais uma vez: existe pelo menos uma coisa que você faz de uma forma autêntica, original, bem feita e com graça. Isso não significa absolutamente que você será famoso, não. Muitas vezes talento não tem nada a ver com fama, porque nesses tempos de BBB a fama é usada como meio de controle de massas, e quase sempre isso significa sacrificar o que realmente é bom em detrimento do que é potencialmente consumível. Se você não vende, está fora, assim diz a ditadura da fama comercial. Então tem muitas pessoas que se frustram porque associam o sucesso com a fama.

ss

Por exemplo, eu me lembro de um pipoqueiro que tinha um carrinho de pipocas num ponto da cidade. Ele era talentoso, sua pipoca era realmente muito gostosa e ele amava o que ele fazia. Estava sempre sorrindo, feliz em ser pipoqueiro. As pessoas compravam e acabava tudo rapidinho. A pipoca dele era realmente boa e vendia muito, mas não era só isso, pois aquele homem era pipoqueiro por completo, acenava, falava, trabalhava, empurrava o carrinho, dava o troco e entregava o saquinho de pipocas sem a menor dúvida de que ele era realmente o fazedor de pipocas. Não havia conflitos nisso.

Então ele era um homem de sucesso, pois o que ele fazia era bom e completo, ele aceitava o seu dom natural. As pessoas sentiam isso também e respondiam sendo clientes felizes. Todos da região o conheciam e iam comprar sua pipoca. Mas nem por isso ele era famoso, não essa fama produzida por imagens de massa, ele não aparecia na TV, ele não era capa de revista, não dava autógrafos e nem ganhava um milhão por mês. Mas aquele era um homem de sucesso no que fazia, e isso bastava.

Então o grande desafio é se tornar consciente daquilo que fazemos com maestria e, não somente isso, mas também aceitar essa vocação e realizá-la da forma que nos é possível. É um desafio porque temos que ser aquilo que somos por inteiro, o que sem dúvida é uma das realizações mais refinadas que se pode alcançar. Mas é possível, pois todo mundo é bom em alguma coisa, então jamais menospreze seus dons naturais comparando a grama do vizinho com a sua, isso não faz o menor sentido e é absolutamente inútil. E se você ainda não sabe exatamente no que é bom, para o quê é vocacionado, não desanime: um mar de possibilidades abre-se então à sua frente.

Gustavo Mokusen.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s