O sol de Diógenes

Quando Alexandre, o Grande, encontrou-se com o já famoso filósofo grego Diógenes de Sínope, que havia renunciado ao mundo e morava em um barril com uma tigela e um cajado, é dito que o conquistador de impérios assim se dirigiu ao sábio moribundo:

– “Ò Diógenes, o que posso fazer por você? O que posso lhe dar?”

– “Saia da frente do sol e pare de fazer sombra em mim. Não me tires o que não podes me dar.” – respondeu Diógenes.

di

No caminho de volta, já marchando com seu exército, Alexandre murmurou impressionado:

– “Se eu pudesse escolher ser outra pessoa, seria Diógenes de Sínope.”

Não era à toa que Díogenes saía com uma lamparina acesa na mão, em plena luz do dia. Quando alguém lhe perguntava o porquê disso, ele respondia que estava procurando por homens despertos.

Gustavo Mokusen.

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s