A grande renúncia

A prática budista da meditação sentada está relacionada a uma grande renúncia, e isso não tem nada a ver com o nosso conhecido “é pegar ou largar”, ao contrário é como andar no meio de um deserto sob o sol escaldante do meio dia e ainda assim sorrir como uma criança desdentada a cada passo dado. Você não desiste, e tampouco você não agarra nada, você desiste de agarrar e desiste de desistir, mas você prossegue firmemente, e a grande diferença aqui é que não se nutrem mais aqueles sonhos ilusórios de acúmulo ou perda; essa sem dúvida é a grande marca da renúncia completa.

Há as aves de rapina, que se aproximam das carcaças mortas a fim de obter algum resto de comida, e isso sempre ocorrerá no meio do deserto, mas isso não diz respeito à prática de cruzar o portão sem portal; devemos simplesmente ignorá-las se elas começam a nos espreitar esperando sua próxima refeição. Devemos seguir adiante.

E se no meio do deserto você encontrar uma árvore seca e murcha, sem uma folha sequer, sente-se e descanse um pouco embaixo dela, pois ali haverá uma frondosa e refrescante sombra destinada aos que fizeram as pazes tanto com o calor quanto com o frio.

Cedo ou tarde, a todo o homem chega a grande renúncia. Para o jovem não existe nada inalcançável. Que algo bom e desejado com toda a força de uma vontade apaixonada seja impossível, não lhe parece crível. Mas, ou por meio da morte ou da doença, da pobreza ou da voz do dever, cada um de nós é forçado a aprender que o mundo não foi feito para nós e que, não importa quão belas as coisas que almejamos, o destino pode, não obstante, proibi-las. É parte da coragem, quando a adversidade vem, suportá-la sem lamentar a derrocada das nossas esperanças, afastando os nossos pensamentos de vãos arrependimentos. Esse grau de submissão (…) não é somente justo e correcto: ele é o portal da sabedoria.”
Bertrand Russell, em “A Free Man’s Worship

 

Gustavo Mokusen.

Anúncios

Uma opinião sobre “A grande renúncia”

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s