Tentativas de trabalhar o desapego

Por Márcia Cândido

Estou aprendendo a aceitar aquilo que vem, sem me rebelar. Às vezes, o que nos vem não é lá muito desejável; então, é um desafio aceitar tais coisas. Como precisamos viver apesar de tudo o que nos acontece, envolvo-me na tentativa de entender a lição que está implícita em cada coisa, porque cada acontecimento tem seu motivo, sua razão de existir.

Também estou tentando aprender a não perseguir aquilo que vai embora, porque muitas vezes, o que rompe conosco por ser algo bom e, como seres humanos e como seres frágeis, desejamos ser felizes e ter tudo de bom ao nosso redor.

A isso dou o nome de tentativas de trabalhar o desapego. Na teoria, parece fácil, mas na prática, nunca constatei como é tão difícil!

A natureza está aí para nos ajudar a entender. As flores desabrocham, exalam seu perfume, enfeitam ambientes e, mesmo com todo o cuidado que temos com elas, não conseguimos prendê-las neste mundo. Elas cumprem seu ciclo e vão-se, deixando no ar uma doce lembrança do momento em que nos foram ofertadas  ou compradas. Com o tempo, as sensações que evocam ficam arquivadas na memória.

Os animais, ah!… os animais de estimação. Eles estão aí também para nos alegrar, enfeitar nosso dia, nos encher de bons momentos felizes e, como têm uma vida geralmente mais curta que a nossa, um dia vão-se deixando, tal como as flores, uma suave lembrança do que foram um dia.

Brisa Maria, uma poodle misturada com bichon frisé, de origem belga, me acompanhou ao longo de 11 anos. Meiga, dócil, amiga, companheira. Quando me sentava para meditar ela, cuidadosamente, aproximava-se e ficava próxima, silenciosa até que eu, também, quebrasse o silêncio. Deitada no chão, sentia as vibrações do momento e, solene, também, usufruía daquela paz.

É a mais atual lição que a natureza me enviou para aprender que tudo tem seu tempo, que a vida cumpre um ciclo e que o desapego precisa, realmente, ser trabalhado. Nós não temos controle sobre todas as coisas.

Na paz.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s