Benvindo ao ano novo de 4710

Sim, é isso mesmo meu chapa, feliz 4710! Hoje, dia 23 de janeiro, inicia-se o ano de 4710 no calendário Chinês, o famoso ano do dragão, que foi comemorado com muita festa lá pelas bandas do oriente neste fim de semana. Chineses, japoneses e outros povos asiáticos estão esperançosos, cheios de planos e metas para o ano novo: de acordo com este calendário, os anos regidos por este animal são sempre cheios de energia transformadora e trazem muitas possibilidades de mudanças, que podem ir desde o sucesso total até as grandes catástrofes coletivas.

Bom, mais ou menos, né? Se você ficar sentado no sofá vendo novela, nada de novo ocorrerá em sua vida. A sabedoria milenar oriental é clara: quando causas e condições se encontram, o carma floresce. Veja bem: causas e condições. Isso significa que nada acontece por acaso neste Universo, nada é casualidade, mas tudo é causalidade. Opa, não leia rápido não: a natureza opera na causalidade, e não na casualidade. As condições podem estar favoráveis, mas se você não agir nas causas, de nada adianta. Vou dar um exemplo: você tem uma semente de manga na mão, fresquinha de boa qualidade. Você também tem um quintal onde tem boa terra, e o clima é bom na sua região. Isso quer dizer que as condições são propícias, são favoráveis, terra boa e clima amigável. Mas se você não colocar a bendita semente na terra, adubar de vez em quando, cortar as ervas daninhas e dar uma força quando a chuva atrasar, então meu amigo, não tem dragão que faça milagre. Você não vai chupar manga se não plantar a semente. Plantar a semente é a causalidade, é a causa motor que vai tocar o barco. A terra boa e o clima são as condições. Causas e condições harmônicas, quando operam juntos, significam bons resultados, carma positivo.

Agora, se escolhemos cruzar os braços e ao invés de cuidar do nosso quintal ficamos fofocando sobre o do vizinho, então é outro tipo de carma que vem: o da estagnação, do prejuízo, do fracasso. É isso o que significa a palavra carma em sua origem na língua páli: kamma, ou ação. Você age, e colhe o resultado, lembrando que deixar de agir é também ação. Omissão e inatividade não serão desculpas quando o dragão aparecer na sua frente bufando fogo.

Então vamos entender bem: a natureza opera em ciclos, e este ciclos possuem ritmos. Aprendemos bem isso com as marés e o ciclo lunar, por exemplo. Ou alguém aqui vai peitar e entrar num rochedo durante a maré alta e brava? É isso ai, se você cortar o bambu na lua errada ele não terá uma vida útil longa, ele vai secar e apodrecer rapidinho. Eu mesmo já cometi esse erro. Então aprendemos um pouco sobre esses ciclos e ritmos da natureza, que afetam diretamente as condições do planeta, e aprendemos que existe uma hora pra tudo. No ano do dragão, que se repete no ciclo de cada 12 anos, é dito que as energias são propícias às mudanças, aos empreendimentos, aos saltos de transformação. É claro que tudo isso sempre pode acontecer em qualquer ano, mas não se esqueça do ritmo entre as marés e o rochedo. Então estão dizendo, como resultado de uma milenar cultura de observação, que o ano do dragão é um momento que reúne boas condições.

Na dúvida, vai lá ao quintal e plante sua semente. Você pode até não acreditar muito em horóscopo de jornalzinho, como eu também não acredito, mas nós temos um ano novo inteirinho pela frente, e dizem que este é dos bons. Não só plante, mas cuide e trabalhe no cultivo. Você nunca saberá quais serão os resultados de suas novas ações, mas se nada fizer nada de novo acontecerá. Planejar, inovar, tentar e perseverar é de suma importância.

Sim, o ano novo é do dragão, mas não espere que ele entre voando pela sua janela. As condições naturais já estão operando neste mesmo instante, então é hora de começar a agir nas causas. Vamos propor ao nosso amigo alado uma sociedade, meio a meio, sacou? Vamos fazer a nossa parte e cuidar do quintal, e do resto cuida a natureza com seus ritmos.

Agora, pra quem insiste em ficar sentado no sofá: depois não adianta ficar bravo e cuspir fogo, hein?

Votos de luz no ano do dragão,

Gustavo Mokusen.  

Anúncios

Uma consideração sobre “Benvindo ao ano novo de 4710”

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s